quinta-feira, agosto 14, 2008

Feira Medieval de Silves - 9 a 17 de Agosto


De 9 a 17 de Agosto as ruas da Cidade de Silves ganham uma cor e luminosidade próprias. Ao longo dos seus nove dias, A Feira Medieval de Silves contará uma estória, através da história, de factos vividos pelos seus povos e que estiveram na origem das gentes de hoje. A magia inicia pelas 18h00, convidando-o a percorrer este ambiente único e memorável até à 01h00, hora que o encantamento termina, trazendo-nos de volta aos dias de hoje.

A Feira Medieval de Silves é hoje um evento de referência nacional… para além do seu carácter lúdico e turístico, revela ainda um cariz cultural único. Ao longo dos seus nove dias contará uma estória, através da história, de factos vividos pelos seus povos e que estiveram na origem das gentes de hoje.

A escolha dos séculos XI, XII e XIII deve-se sobretudo, ao facto de serem estes os séculos que melhor representam a pluralidade da(s) nossa(s) cultura(s), afirmada e explicada pelas conjunturas de prosperidade e crise, pelos contactos étnicos que motivaram a troca de experiências entre muçulmanos, os cristãos, e ainda os judeus.

No ano de 1053, Silves é conquistada por Al-Mu'tadid, Rei de Sevilha, seu filho Al-Mu'tamid, ao lado de Ibn Ammar, um poeta local, haveria de imortalizar esta cidade, com os seus belos poemas, dos quais se destaca a célebre “Saudação a Silves”.

Os preciosos achados arqueológicos confirmam o período compreendido entre os séculos XI e XII como o mais belo, poético e rico da cidade de Silves, com noites vividas em festas, nos pátios e salões onde a beleza se misturava com a música, a poesia e a dança. Xelb, como então se chamava, era frequentada por artistas, poetas, juristas, historiadores e cientistas da época… e igualmente por ricos mercadores.

Nos meados do século XII, Ibn Qasi organiza e chefia um movimento religioso e político, os Muridas, intitulando-se Mahdi (o Messias que há-de vir no fim do mundo para salvação dos homens).

Em 1189, inaugura-se um novo capítulo na história da cidade, quando esta é atacada por D. Sancho I de Portugal, com o auxílio dos homens que partiam para a III Cruzada do Oriente, entre eles o imperador da Alemanha, Frederico Barba Roxa, o Rei da França, Filipe Augusto e o Rei de Inglaterra, Ricardo Coração de Leão. Depois duma luta aguerrida e a cidade cercada, os muçulmanos renderam-se pela sede.

A conquista da cidade pelos cristãos foi alcançada por D. Paio Peres Correia, com a ajuda dos Cavaleiros da ordem de Santiago de Espada, entre 1242 e 1246, e antes da conquista definitiva do Algarve por D. Afonso III, que atribui o primeiro Foral a Silves e mais tarde em 1269, o mesmo D. Afonso III concedeu aos mouros forros de Silves, Tavira, Loulé e Santa Maria da Faro com outro foral.

Feira MedievalEstes são alguns dos factos marcantes da cidade nestes séculos que irão, juntamente com muita fantasia, ser contados e representados nos nove dias da edição de 2008 da Feira Medieval de Silves. Esperando, dar continuidade ao sucesso alcançado em anos anteriores.

A azáfama nas ruas do centro histórico será constante, respirando-se uma atmosfera com características particulares, num ambiente e cenário únicos, em que centenas de bancas com diferentes produtos partilharão o espaço com tabernas onde as iguarias da época apelarão a todos, pelo cheiro no ar.

As ruas ganham uma cor e luminosidade próprias e o ambiente recriado é único e memorável para quem nos visita.


Feira Medieval de Silves PT





A quinta edição da Feira Medieval de Silves vai ter lugar entre os próximos dias 9 e 17 de Agosto. O evento realiza-se no centro histórico da cidade, com horário de abertura às 18:00 e de encerramento à 01:00 horas.

A preocupação em situar historicamente a recriação do espaço e factos dramatizados ao longo dos nove dias do evento nos séculos XI, XII e XIII tem ligação directa com os acontecimentos vividos nessa época, permitindo que os primeiros dias da Feira sejam de influência predominantemente árabe e os últimos dias sejam de influência marcadamente cristã.

O grande propósito deste evento é “proporcionar a crianças, idosos, jovens e demais população que visite a cidade uma visão do que ela terá sido outrora e da sua importância incontornável na história do Al-Gharb, para além de potenciar o turismo cultural e a promoção do concelho, apresentando-o como uma zona chave numa região onde o tipo de Turismo mais importante é o de Sol e Praia”, refere a autarquia de Silves, organizadora da iniciativa.

O programa completo do certame pode ser consultado em www.cm-silves.pt.

1 comentário:

Radio VNS disse...

Rádio Voz Nacional Socialista já online!

A primeira e única rádio NS a emitir de Portugal!

http://voznacionalsocialista.blogspot.com/